A Arte No Hotel

Arte no hotel ?

Descubra a bela coleção de arte do Hotel des Saints Pères

X
Book your stay
1 Adulto
0-11 anos
0-3 anos
Sem custos para as crianças de menos de 12 anos de idade
Entre em contato com a nossa recepção
para maiores informações
+33 (0)1 45 44 50 00 Custo das ligações locais

l'art à l'hotel des saints pères 1

 

Cada um dos quartos do Hotel des Saints Pères possui uma identidade própria, marcada por pinturas, desenhos ou gravuras de época (séculos XVII e XVIII).

 

No quarto 104, a obra “La petite fille au serin” vem refrescar a atmosfera do local com toda a sua doçura. O quarto 307, quanto a ele, é vigiado pelo retrato de “Marie-Thérèse d’Autriche” (Maria Teresa da Áustria), uma mulher com personalidade forte. Novos elementos decorativos – móveis, luminárias, quadros...- são adquiridos regularmente em leilões

 

Entre cerca cinquenta de obras marcantes, destaca-se a presença do quadro “Scène de Basse-Cour” da Escola Holandesa (século XVII), de um esplêndido retrato de Natoire (século XVIII), mas também de obras mais contemporâneas, tais como a escultura de “Adão e Eva”, obra de Georges Jeanclos, ou ainda o bronze “Hibou”,  de Roseline Granet. 

 

l'hôtel des saints pères l'art à l'hôtel
O Quarto do Afresco

 

O Quarto do Afresco apresenta uma obra excepcional : um afresco mural simplesmente sublime e em perfeito estado de conservação representando o Bom Augúrio coroado pela Virtude, em presença da Inteligência. 

 

O Bom Augúrio é representado com feições límpidas de um jovem rapaz vestido de verde, cor da esperança. Ele segura em seus braços um cisne branco, pássaro de bom augúrio associado a Vênus e, na sua testa, vemos uma estrela, sinal de sucesso. A Virtude, quanto a ela, é representada sob a forma de uma jovem donzela de pele pálida, com uma estrela brilhante no peito, asas e uma coroa de flores. A cena ocorre em presença da Inteligência, um querubim reconhecível em virtude de suas características típicas, sendo elas um globo e uma serpente, símbolos de conhecimento. Na extremidade do afresco, o Mau Augúrio, um homem escuro representado com um corvo, tenta convidar-se – sem sucesso – em meio a esta cena ideal.

 

Enquadrado com molduras ornadas com motivos florais, este afresco único, atribuído à Escola de Versalhes, oferece a seus admiradores de uma noite o enorme privilégio de dormirem debaixo de uma obra de arte.