O Jardim e o Museu do Luxemburgo

Situado no bairro de Saint-Germain-des-Prés, o Jardim do Senado, fundado por Marie de Médicis, é emblemático em virtude de sua riqueza arquitetônica e sua botânica.

X
Book your stay
1 Adulto
0-11 anos
0-3 anos
Sem custos para as crianças de menos de 12 anos de idade
Entre em contato com a nossa recepção
para maiores informações
+33 (0)1 45 44 50 00 Custo das ligações locais
l'hôtel des saints pères le jardin du luxembourg

Situado a somente 10 minutos a pé do Hotel des Saints Pères, o Jardim do Luxemburgo, apelidado de « Luco » pelos parisienses, apresenta inúmeros edifícios famosos, como o Senado ou o Museu do Luxemburgo, um dos principais locais de exposição de Paris.

 

A história do jardim 

 

Após o assassinato do seu esposo Henrique IV, a Rainha Marie de Médicis quis escapar do Louvre para buscar um pouco mais de calma e serenidade. Seu desejo mais profundo consistia em construir um palácio acompanhado de jardins, inspirados nos jardins de Boboli, que relembram suas origens italianas. Em 1612 ela comprou o hotel de François de Luxembourg, o qual dera seu nome ao jardim. Na época, o jardim possuía uma superfície reduzida, mas rapidamente foram iniciadas obras para ampliá-lo. Foi verdadeiramente sob as rédeas do Barão Haussmann que as obras previstas trouxeram ao jardim seu aspecto atual. Hoje em dia, o parque se estende em 25 hectares. O jardim do Luxemburgo é o único parque que reúne estilos bem diferentes : de um lado temos o jardim dito “à francesa “ e, do outro, “ jardim “à inglesa”. Do lado de fora, nas grades do jardim, são regularmente afixadas fotografias aceca de um tema especial, para o deleite dos que por ali passam. 

 

Um patrimônio arquitetural e botânico 

 

Diversos edifícios encontram-se presentes no jardim. O principal entre eles, o Palácio do Luxemburgo, é a sede do Senado. O museu do Luxemburgo, quanto a ele, fora o primeiro museu de arte contemporânea a ter sido criado sob a iniciativa do Senado. Desde 2010, a gestão do Museu foi confiada à reunião dos Museus Nacionais, para promover as exposições acerca da “Renascença na Europa”, “A arte e o poder” e “O Palácio, o Jardim e o Museu”. No seio do parque, também encontramos a Orangerie, que abriga cerca de 180 plantas, com suas famosas laranjeiras de mais de 200 anos de idade. Por entre os belos recantos do parque, 106 estátuas foram instaladas, entre elas uma pequena Estátua da Liberdade, as estátuas das Rainhas da França, bem como estátuas que representam Beethoven, Chopin, Baudelaire. A fonte de Médicis é uma das principais decorações do Jardim do Luxemburgo. Chamada de “gruta do Luxemburgo” pela sua comanditária, Marie de Médicis, é fonte hoje ganhou seu nome. Finalmente, o pavilhão Davioud presta homenagem à botânica e ministra, nomeadamente, cursos de horticultura. Quer venha sozinho, a pé, a partir do Hotel des Saints Pères, a dois ou em família, cada um encontrará o que procura graças às diversas atividades que lhe são propostas.

 

Os favoritos da equipe

Hermès
Belíssima loja desta famosa marca, instalada numa antiga piscina restaurada com muito estilo. Vale a pena visitar.
17 Rue de Sèvres, 75006 Paris
Visite o website
Diptyque
Velas e perfumes com aromas requintados, que você poderá levar para casa dentro de uma sacolinha branca chiquérrima, estampada com o logotipo preto da loja. 100% Saint-Germain-des-Prés!
34, boulevard Saint-Germain – 75005 PARIS
Visite o website